Deputado Carlão Pignatari parabeniza governo paulista por melhora do desempenho do ensino

Rede estadual avançou de 4,76 para 5,25 no ciclo I do Fundamental em 2015, de acordo com avaliação do Saresp


Publicado dia 17 de fevereiro, 2016 / Publicação com 0 comentário(s)

O deputado estadual Carlão Pignatari, líder da Bancada do PSDB na Assembleia Legislativa, cumprimentou o governo do Estado pelo crescimento dos índices educacionais da rede estadual. Os dados foram divulgados na tarde desta quarta-feira (04/02) e comprovam essa evolução – tanto o Idesp (Índice de Desenvolvimento da Educação do Estado de São Paulo) quanto o Saresp (Sistema de Avaliação e Rendimento Escolar do Estado de São Paulo). Foram os melhores resultados nos últimos oito anos.  
Carlão esteve no Palácio dos Bandeirantes para a cerimônia de divulgação dos índices. O evento contou com a presença do novo secretário da Educação, José Renato Nalini. 
Foi apresentada uma avaliação do Idesp do ensino fundamental Ciclo I que passou de 3,25 em 2008 para 5,25 em 2015. O Clico II evoluiu de 2,6 para 3,06 e o Médio de 1,95 para 2,25. Além disso, o Saresp na rede estadual teve um crescimento em Português e Matemática. 
De acordo com a Secretaria da Educação em 2015 foi o ano de maior avanço da rede. O Clico I do fundamental teve o segundo melhor resultado da história, perdendo apenas entre 2008 a 2009. No Cliclo II do Fundamental e o Ensino Médio tiveram o maior avanço da história no Idesp, desde 2008. 
A apresentação foi finalizada com novas metas para serem atingidas até 2030. De acordo com o secretário Nalini, com os índices de longo prazo, a intenção é que as escolas estaduais atinjam em 2030 resultados comparáveis dos mais avançados países do mundo.
“Estamos constando uma grande evolução e acreditamos que o ensino na rede estadual deve melhorar muito ainda, pois o secretário Nalini mostrou que vai focar a qualidade da educação. Isto é muito bom, pois nossos estudantes não podem ficar distantes da realidade do novo mundo que se apresenta”, concluiu o deputado Carlão Pignatari.
 
 

Deixe um Comentário


INSTAGRAM